Vi pessoas me esquecendo e me deixando pra trás, e eu tive que aprender a conviver sem elas. Doeu muito. Achei que ia morrer, mas veja bem, estou vivo até hoje. Ninguém morre de saudades.
- Marcello Henrique. (via sou-inseguro)

silly-luv:

♡ find your best posts on my blog ♡


Mágoa não acaba e nem se esquece. Mágoa a gente põe numa gaveta do coração e deixa ali pra dormir, mas às vezes ela acorda.
- Caio Augusto Leite.   (via apagou)

Quem me dera, ao menos uma vez, acreditar por um instante em tudo o que existe. Acreditar que o mundo é perfeito e que todas as pessoas são felizes.
- Legião Urbana  (via destrutiva)

Simplesmente eu odeio essa minha mania de se machucar com qualquer coisinha a toa, de chorar por besteira e ficar triste do nada. Detesto esse meu lado que se importa demais.
- Marcello Henrique.
(via sou-inseguro)

São só textos mal narrados e histórias mal contadas pelo barulho da minha mente.
- Gustavo Duflot.  (via arquidiocese)

silly-luv:

♡ find your best posts on my blog ♡


Hoje parei pra pensar Zé, e cheguei a conclusão de que eu sempre fui aquele tipo de pessoa que foge sabe? É que quando as coisas estão difíceis, é muito mais fácil apenas ir embora, e eu sempre fiz isso Zé, sempre, quando o bicho começava a pegar, quando tava complicado, eu ia embora. Eu sempre fui do tipo que vai, nunca do que fica, do tipo que deixa, larga, abandona. E eu fiz muita gente sofrer por isso, mas Zé, eu sofri também, sofri porque sempre me apeguei, sofri por esse meu jeito, por nunca ter coragem de enfrentar a situação, por não dar a cara à tapa. Mas… Sempre tem um “mas” né Zé? E o meu “mas”, é ele Zé, é ele. Eu enfrentei muita coisa por ele, coisa que eu não fiz por mais ninguém. E perdi as contas de quantas vezes eu poderia ter ido embora Zé, como eu fiz das outras vezes, mas eu não fui. Não me pergunta o porquê Zé, porque eu também não sei. Acho que na verdade eu não queria ir, eu não queria deixa-lo e ficar distante dele. Se aqui, perto, já me dói ficar sem ele Zé, imagina longe… ia ser masoquismo, loucura. Ele me mudou. Ele, mesmo sem perceber, mesmo sem saber, ele me mudou. Ele me fez ser o tipo de pessoa que fica, do tipo que não deixa, que enfrenta. Se hoje ainda estou aqui, é por ele Zé, só por ele. Será que isso é amor?
-

Então, seu Zé, acho que amo aquele garoto. 

(via angelunstable)

THEME